Cozinhar & Robots de cozinha


- Sabes cozinhar?
- Define "cozinhar"...

Primeiro é preciso clarificar significados. Se falarmos de cozinhar como "uma forma de confeccionar alimentos de forma a que sejam comestíveis", afirmo com todas as certezas que sim. Se estivermos a falar da capacidade de reproduzir com sucesso uma receita, também posso dizer que não tenho grandes dificuldades. Mas se estivermos a falar de um nível de cozinha que permite fazer sempre coisas diferentes, elaboradas com uma série de ingredientes de forma practicamente inata que já nem de receita requer, então não contem comigo.

Acho que o domínio da culinária morreu um bocadinho nos meus genes. Não sou em nada como a minha mãe ou o meu pai e muito menos como a minha avó materna no que respeita às artes de cozinhar. Certamente não lhes "chego aos calcanhares" porque a prática está muito longe de ser a mesma, mas também não tenho a natural apetência para a tarefa. Aborrece-me. Implica preparação, planeamento, e eu não sou, de todo, uma pessoa paciente. Para mim, as refeições deveriam ser tão acessíveis como pronunciar um "tenho fome" e aparecer-me um prato de comida à frente.

Agora imaginem o que é uma pessoa com esta postura a morar sozinha. O que há na dispensa e no frigorífico? Básicos, só básicos. Por isso decidi dar a volta à questão e arranjar uma solução que me permitisse ter uma panóplia de opções mais e menos elaboradas, fáceis, rápidas e sem desperdícios. Pessoas como eu (ou ainda piores), a vossa vida vai mudar quando conhecerem as maravilhas de uma Bimby.


"Isso não é cozinhar", "Uma Bimby é o grau zero da arte da culinária", bla bla bla. Não pessoas, estão enganadas! Sabem quantas cozinhas profissionais em grandes, grandes restaurantes têm Bimby's? Eu também não, mas sei que as há! De fonte segura!

A Bimby é um robot de cozinha que junta todos os outros que já existiam (12 aparelhos de cozinha, para ser mais concreta) e que todos vocês usam diariamente. Se usarem todos esses mesmos aparelhos que estão integrados na Bimby estão a deixar de cozinhar? Se seguirem uma receita à risca também estão a deixar de cozinhar? Então vamos lá deixar de lado esses estigmas. A Bimby não cozinha por nós, cada um pode usa-la conforme as receitas que ela traz no seu livro - o que é o mesmo que seguir qualquer outro livro de culinária - ou decidir-se por cozinhar o que lhe apetecer, até mesmo com receitas não adaptadas para o robot. Basta perceber o faz, como funciona, o que temos que fazer para que saia o resultado que nós queremos e proceder como se fosse uma varinha mágica, uma balança, ou passador, ou um simples tacho. 

Argumentariam vocês: "se é assim tão igual, porque é que faz tanta diferença?". Porque é um robot extremamente útil para vidas como a minha, que, entre outras coisas, nos permite fazer diferentes coisas ao mesmo tempo sem sujar quase nada, evita descuidos com tempos de cozedura ou queimaduras, ajuda na gestão das compras mensais e nos poupa tempo na cozinha. Porque é que têm um smartphone? Não existem telemóveis, computadores, tablets, máquinas fotográficas e de filmar?

Va lá. Deixem de embirrar com o raio da Bimby! Se não foi a invenção do século, estará muito perto disso. Só não vê quem não quer. (Ou quem morre de inveja de quem tem uma...).

Instagram