Sobre aquelas pessoas que têm tudo para ser felizes mas não são

Fotografia: www.filmofilia.com (Filme "Eat Pray Love")

"Não percebo as pessoas que ficam depressivas quando têm tudo!"
Foi esta exclamação que me trouxe a este texto.



Eu percebo essas pessoas. Muitas foram as vezes em que, quando tudo parecia perfeito, uma vontade súbita de "desistir de tudo", de chorar, de me isolar, surgia. À primeira impressão talvez pudéssemos pensar que seria maluquice ou alguma espécie de desequilíbrio mental - como a falta de auto-estima -, mas acreditem em mim: à primeira vista muito do conteúdo se perde.

Tudo tem uma razão de ser, mesmo quando "tudo está bem". Nestes casos, o motivo mais comum para este mau-estar resume-se à necessidade de mudança. Quando tudo é igual dia após dia, pessoas que gostam da novidade acabam por ficar presas a uma rotina castradora. No fundo, este é apenas um sinal de alerta, um wake up call. Nada de errado com isso - pelo menos aos meus olhos. Problema será quando, ao ficarem assim, não conseguem trabalhar para a mudança. Mas isso é outra conversa.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Instagram