Desporto | Keep Runnin'

Sou corredora de fim-de-semana, e às vezes nem isso. Mas sinto cada vez mais a falta do exercício físico, o que é de estranhar. Quem me conhece sabe que nunca fui de correr, sempre gostei mais de ficar de papo para o ar do que, no meio de chuvas abundantes ou calores tórridos, calçar uns ténis e sair a correr por meia hora para lado nenhum. A ideia de correr "porque sim" sempre me fez confusão, tanto que na escola faria qualquer desporto com gosto, menos corridas de resistência (maldita prova da milha!). Lá está: "nunca dizer nunca".
Está na hora de passar ao nível seguinte: correr também durante a semana. Acabou-se a preguiça! Seja ao final da tarde ou já durante a noite, vou andar por aí a correr. Objectivo final: conseguir fazer uma mini maratona.


Para quem está a tentar começar, partilho o meu segredo de motivação:
  • Correr sozinha e em locais onde passa pouca gente: correr com outras pessoas pode ser constrangedor no início. Eu tinha vergonha de ser vista a correr porque tinha noção que era algo que fazia muito mal. Por isso achei melhor ultrapassar a fase da iniciação sozinha até ao ponto em que já consigo correr em locais movimentados.
  • Controlar a evolução dos treinos: eu sempre utilizei o Nike+. Ajuda-me a controlar os tempos e as distâncias e permite também o registo dos percursos feitos, entre outras coisas (como a comparação com o desempenho dos amigos também registados na aplicação). É fundamental percebermos a nossa evolução.
  • Música mexida: Como sou muito má no que respeita a fazer playlists (e tenho preguiça de as fazer), o 8Tracks e as suas listas de "Workout" são os meus melhores amigos na hora de "dar corda aos sapatos". Eu sempre fui capaz de aguentar uma noite inteira a dançar, mas não conseguia correr 15 minutos seguidos. Então enganei o meu psicológico com a música: para o meu cérebro, correr tornou-se sinónimo de dançar.

Vanessa, from A Woman's Diary

Sem comentários :

Enviar um comentário

Instagram