About Love




Existem muitas ideias sobre aquilo que é o amor, mas não conhecia nenhuma que fosse realmente verdadeira como a de (500) Days of Summer.
Para quê iludir com perfeição algo que nunca foi nem nunca será perfeito? O amor é um mundo perigoso onde normalmente alguém acaba por se magoar. Sabem o que falta? Sinceridade, clareza, transparência e "jogar limpo". Quando tudo é esclarecido desde o começo, não há o que falhar porque só se vai magoar quem quiser entrar num jogo para o qual não está preparado. Mas aí a pessoa tem noção do risco, e aconteça o que acontecer, não há ninguém a culpar.
Vamos aprendendo estas coisas com o tempo, e a culpa é das ideias estereotipadas do amor perfeito, dos filmes românticos de amor eterno, dos postais, das revistas, de mil e uma coisas que, se vistas pelo filtro da realidade, não têm rigorosamente nada de perfeito. Eu acredito no amor para a vida porque já o vi acontecer, mas não é certamente algo alcançável para todos. Ser verdadeiro custa mais do vestir uma personagem perfeita, por isso a perfeição nunca vai ser possível.
Tenho a certeza que as minhas palavras farão mais sentido depois de verem (500) Days of Summer.

Instagram