Fonte: Pinterest
A verdade é esta:
Estou sem tempo para fazer as coisas de que gosto. Decidi que teria que aproveitar os meus (ainda) poucos anos para fazer tudo o que respeita a estudos e ficar descansada dessa dor de cabeça por uns bons tempos. Bem, mas acontece que nunca na vida me custou tanto estudar como agora.


Já tenho a licenciatura e agora tento, (repito) tento tirar o mestrado. A ideia era aguçar o meu espírito crítico, era explorar mais do mundo da comunicação de uma forma construtiva e aliciante fazendo um paralelo com o mercado de trabalho que vou agora conhecendo. Mas não é o que sucede. Ao invés de este ser um desafio aliciante, está a tornar-se uma obrigação que me desmotiva. Nada do que eu sonhei é. E prova disso é o facto de eu estar aqui a escrever e não a continuar a redacção de um trabalho cuja entrega é já na terça-feira.

Posso pensar num "sem número" de motivos pelos quais estou desmotivada, mas realmente acredito que há muitas coisas na Academia que estão desadequadas. Já identificava vários vectores, e agora consigo identificar mais alguns e comprovar antigos. Basicamente, tal como na maior parte deste país, há uma resistência enorme à mudança e à adequação a novas realidades. Queremos manter as regras da "velha guarda" quando já não há nem velha, nem guarda. Somos jovens e os nossos tempos e realidade mudaram muito. Somos bichos à procura de alimento para a nossa esperança num futuro minimamente digno. O tempo é muito precioso e as oportunidades escassas. É preciso que a Academia perceba que nós sabemos o que queremos e apostamos nela como um recurso que nos valerá para alimentar o nosso bichinho. Ela que não nos faça marrar, que nos faça compreender; que nos dê instrumentos de análise, que não nos analise. Os resultados que a Academia procura para si serão encontrados quando o nosso bichinho estiver saciado.

E perguntam-me: se vês as coisas dessa forma, porque não desistes? Porque, se me meti nela, vou terminar (demore o tempo que demorar) e porque quero comprovar ou refutar esta minha teoria.

1 comentário :

  1. Mudam-se as Academias, mantêm-se os problemas. Triste mas é verdade.

    ResponderEliminar

Instagram