A 6 Meses do "e agora?"

Fonte: Pinterest

Estou a apenas 6 meses de acabar a minha licenciatura. Agora a pergunta é: e depois? O que é suposto fazer?

Passamos os primeiros 20 anos das novas vidas com um percurso pré-delineado e formatado a um mundo idealizado. Mas depois chega a hora de acordar. Percebemos que aquele caminho não é afinal um meio para atingir um fim mas que foi apenas um troço muito curto de tudo o que ainda está para vir.

O que eu quero dizer é que ninguém nos preparou para a conjuntura actual, ninguém nos ensinou de pequenos que as regras do jogo poderiam mudar a meio do caminho e que não era certo que todo o investimento em educação fosse garantir empregos para todos. Sim, e falo realmente em empregos. Não estou a falar de trabalho, porque esse abunda em todo o lado. E é esta a minha geração. A geração explorada pelos estágios não remunerados, uma geração tão ou melhor qualificada que as anteriores mas que tem que ficar a morar com os pais até os 30 anos, uma vez que só com essa idade alguém lhe dá uma oportunidade para trocar trabalho por dinheiro.

Bem, poderia continuar a divagar sobre o que aconteceu, como aconteceu e porque aconteceu, mas vou deixar isso para quem percebe realmente do assunto. O que eu sei com certeza é que nada do que foi poderá voltar a ser, caso contrário vai acontecer tudo de novo e não queria mesmo nada que os meus filhos tivessem que passar por o que eu estou/vou passar.

A pergunta continua a ser: e depois? O que é suposto fazer depois deste último semestre? Como se não bastasse esta pergunta já ser a minha "fiel companheira", toda a gente pergunta "então o que vais fazer?". NÃO SEI! Ainda estou a pensar no assunto. O que sei é que agora vou continuar na onda dos estágios porque sinto-me realmente "verde". Infelizmente estes são a única forma que temos de contactar com o mercado de trabalho da nossa área de estudos.

Preciso de aprender de tudo e de "pôr as mãos na massa" para saber com certezas que rumo tomar. Vou trabalhar, vou aprender com quem sabe e esperar que a vida me defina o destino a curto prazo. Como eu gosto de acreditar: tudo o que acontece é sempre para o meu bem.

1 comentário :

Instagram